Você é alguém que acredita que um evento digital é antagonista do presencial?

Se sim, te convido a fazer uma reflexão que norteou a congresse.me desde a sua fundação em 2019. A congrese.me surgiu bem antes da pandemia, acreditando que os eventos online eram coisa do presente e não uma realidade do futuro. Afinal, estamos na era digital e há vantagens amplamente já conhecidas como: Custo menor, público muito maior, sem fronteiras e principalmente a melhoria da experiência do congressista. Este pode assistir o conteúdo a hora que quiser, de onde quiser, só precisa de um celular com internet.

Por exemplo, em março de 2020, aceitei o desafio de ser co-produtor do WCC (colocar link), um evento de veterinária sobre animais silvestres, junto com meu irmão. Era a única opção que tínhamos para levantar uma grana para financiar o estágio dele na capital (somos do interior do RJ, de uma cidade bem afastada).

No começo, estabelecemos a meta de 2 mil inscritos e dois mil reais, o que faria ele passar um sufoco, mas viabilizaria a ida dele. A meta de inscritos foi batida em menos de 24 horas. Ao todo, chegamos a 14 mil inscrições, mais de 20 países atingidos e quase 300 mil visualizações. Além disso, o meu irmão pôde ir para o tão sonhado estágio. Após o evento, entrei no time da Congresse.me, para ser gerente de contas, isto é, ser o representante da empresa frente ao cliente que nos contrata, sendo uma espécie de gerente do evento. O resultado foi o mesmo: Eventos com milhares de inscritos, até que ultrapassei a marca de 100 mil inscritos nos eventos que gerenciei aqui.

Obviamente que a pandemia acelerou este processo, o que levanta outra dúvida: Artur, os eventos online continuarão após o isolamento social?

Eu, ao fazer uma análise do mercado, vejo que este sinaliza uma resposta positiva. Não só mantendo o formato online, como fundindo-o ao evento presencial.

Utilizando o evento online como “aquecimento” para o presencial, por exemplo, ou unir num formato híbrido.

Fato é: Em todas as modalidades que buscam atingir o maior número de pessoas, o online se faz necessário. Porque ele conecta pessoas numa escala não antes vista. Não importa qual tipo de evento se faça hoje, os consumidores consideram a versão online indispensável. Seja para revisão de conteúdo, consulta posterior, diminuição de custos de viagem, etc.

Hoje, se você quer impacto, escala, e por que não, ter a sua vida mudada como a minha, o online precisa ser uma realidade do seu evento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *